Empreendedorismo Feminino

Empreendedoras de Camaçari contam como se reinventaram nesta pandemia

29/07/2020

O covid-19 chegou e, sem pedir licença, obrigou todo mundo a se reinventar. Com as empreendedoras, não foi diferente. O Camaçari Mulher convidou algumas delas para contar como o isolamento social, o fechamento do comércio e tudo o que tange este “novo normal” as afetou e o que elas fizeram para continuar seguindo em frente:

 

 

Meu nome é Carla Gomes dos Santos tenho 38 anos e sou comerciante há 12 anos. Eu acreditava, de verdade que só sabia fazer isso. Lidar com moda,  comprar e vender roupas, é  meu sonho realizado, uma verdadeira paixão, me dá um prazer enorme quando vejo que a roupa caiu como uma luva no corpo e na alma da cliente. Entretanto, veio a pandemia e fechou as portas da minha loja, eu fiquei triste, abatida, sem ânimo e sem saber o que fazer. Foi quando  amigos que se preocupam comigo me lembraram o quanto sou capaz, guerreira e que poderia dar a volta por cima.

Decidi fazer bolos. Amo cozinhar e os bolos sempre fizeram parte da minha vida. Assim, tudo começou. Tem sido uma experiência maravilhosa, meu coração canta e eu sorrio a medida em que os bolos vão ficando prontos, grandes e fofinhos, são meus bebês ( risos). Em junho vendi 140 bolos e este mês já são mais de 100. Estou completamente apaixonada e grata de coração por esta oportunidade que Deus me deu.

Oi, eu sou Vaneide Cardoso, tenho 40 anos, sou gestora de eventos e empreendedora há 15 anos.

 

Neste momento crítico e de incertezas que vivemos, de incertezas, devido a Pandemia, precisei me REINVENTAR, pois o setor de eventos, onde atuo, foi o primeiro a parar e ainda não tem previsão de volta, estando totalmente prejudicado. Como amo redes sociais, e já tinha feito alguns cursos relacionados, resolvi criar uma mentoria para Instagram, uma das redes que mais cresce e vem sendo uma ferramenta de trabalho de muitos empresários e empreendedores. Como muitos não tinham uma rede social profissional, primeiro fiz uma mentoria gratuita com quatro mulheres empreendedoras, a partir do momento que tive um feedback positivo, resolvi apostar na mentoria como uma opção de trabalho, e formei uma segunda turma, desta vez, já com mentoria paga, e tive um ótimo retorno.

Muitas pessoas ainda não valorizam e outras não conhecem o trabalho, mas diante tantos perfis que venho acompanhado, digo que fundamental fazer uma mentoria e ter um Instagram profissional e com conteúdos relevantes para seu público. O futuro que já está às portas, nos exige uma vida virtual muito presente.

 

Sou a Milanne Velez, mamãe do Lorenzzo. Em meio ao caos que estamos vivenciando, procurei ocupar meu tempo ofertando felicidade aos meu vizinhos e amigos, trabalho com alimentos, meu referencial são os potes da Felicidade, forneço refeições preparadas diariamente por mim, desde uma simples sobremesa  a uma caprichosa Feijoada, me reinvento todos os dias.

 

E você? Conseguiu se reinventar? Acredite em você!

 

“Transforme aquelas pequenas centelhas de possibilidade nas chamas de uma realização concreta”.

 

Golda Meir

Comentários

comments

Você também pode gostar